Marcar consulta
+351 217 714 000
Varicela

Varicela: sintomas e cuidados a ter

A varicela é uma doença infantil muito comum no nosso país. É provocada pelo vírus Varicella zoster, e é bastante contagiosa. É mais frequente na Primavera. O contágio pode começar dois dias antes de aparecerem as borbulhas típicas, e até estarem todas secas. O período de incubação é entre 1 a 3 semanas, sendo que em média as pessoas começam os sintomas duas semanas após o contacto com um doente contagioso.

Quais são os sintomas da varicela?

Os sintomas mais típicos são as lesões na pele, que têm uma distribuição, aspeto e evolução típicos. Começa geralmente na cabeça e vai progredindo ao longo dos dias em direção aos pés; é muito característico desta doença ter lesões no couro cabeludo. As lesões dão comichão, e passam de mancha a borbulha, bolha e depois rebentam, cicatrizando com crosta. Os doentes são contagiosos até todas as borbulhas estarem em crosta. Pode surgir também febre, pouco elevada, que geralmente dura poucos dias.

Embora geralmente seja uma doença benigna nas crianças, a varicela pode ter complicações. Os bebés muito pequenos, adolescentes, adultos, e crianças com doenças cardíacas, respiratórias, depressão, do sistema imunitário, entre outros, têm um maior risco de desenvolver complicações. As complicações podem ser na pele, respiratórias, oftalmológicas ou neurológicas. É importante vigiar os seguintes sinais de alarme: febre muito alta ou que dure mais de dois dias, lesões nas pálpebras com olho vermelho, borbulhas vermelhas, quentes e dolorosas, ou alteração do estado de consciência, obrigam a que a criança seja observada com urgência.

Cuidados a ter com a varicela

Os cuidados a ter são sobretudo de suporte. As unhas devem estar curtas e limpas, e se necessário pode ser prescrito um xarope de anti-histamínico para a comichão. Em caso de febre só deve ser administrado paracetamol adequado ao peso (o ibuprofeno está contraindicado). Em caso de risco acrescido de complicações e no segundo caso na mesma família o seu médico pode ponderar medicar com antiviral, a iniciar nos primeiros dias de borbulhas.

No caso de conjuntivite durante a varicela, o doente deve ser observado em Oftalmologia e também medicado com antiviral. A criança deverá ficar em casa enquanto está contagiosa, ou seja, até todas as lesões estarem em crosta. No mês seguinte deverá proteger-se da exposição solar para não ficar com marcas.

As pessoas com sistemas imunitários competentes só têm varicela uma vez, ficando imunizados. É preferível ter esta doença na infância, onde causa menos complicações. No entanto, os adolescentes que não nunca tenham tido a doença têm indicação para ser vacinados, estando a vacina disponível no nosso país para compra, por prescrição médica.

Dra. Isabel Saraiva de Melo
Coordenadora da Pediatria na Clínica da Mulher e da Criança do HCV

Marque já a sua consulta através do número +351 217 714 000 ou preencha o formulário de marcação de consultas.

Siga a nossa página de LinkedInFacebook e Instagram e fique a par de tudo o que se passa no Hospital Cruz Vermelha.